Centros de Especialidades Odontológicas reúnem-se para colegiado itinerante e Planejamento Estratégico 2020

postado em: Notícias | 0

Para oportunizar a integração e participação direta dos trabalhadores das sete unidades dos Centros de Especialidades Odontológicas Estaduais (CEOs), administrados pela Fundação Estadual de Saúde (Funesa), a coordenação dos CEOs realizou, durante este mês de dezembro, o Colegiado Itinerante, além da reunião do Planejamento Estratégico 2020. O último encontro ocorreu nesta terça-feira, 17, no CEO de Nossa Senhora da Glória. A agenda também aconteceu nos CEOs de Boquim, Capela, Laranjeiras, Propriá, São Cristóvão e Tobias Barreto.

Segundo o coordenador dos CEOs, Erik Barros, na oportunidade foram apresentados os números correspondentes aos atendimentos do ano de 2019 e debate dos aspectos positivos e negativos, o que contribuiu para a elaboração no Planejamento Estratégico para o ano de 2020. “Dessa forma, os servidores não só contribuem com o trabalho da gestão, alavancando o crescimento e desenvolvimento do serviço, como também sentem-se engajados e valorizados. Durante o turno da manhã realizamos o planejamento, almoçamos em equipe e ofertamos, através da parceria com o MOPS – Movimento Popular de Saúde em Sergipe, o serviço de Práticas Integrativas e Complementares como massagem, reiki e auriculoterapia”, disse.

A gerente do CEO de Boquim, Rafaela Duran, elogiou o modelo de Planejamento Estratégico descentralizado. “Foi um grande desafio da coordenação dos CEOs, pois veio somar visões humanas e analíticas para que, em conjunto, possamos extrair a melhor performance para os profissionais trabalharem, se relacionarem e produzirem, fortalecendo a relação entre profissionais e gestão, e melhorando a satisfação e produtividade dos colaboradores”.

Para Carolina Borges, endodontista do CEO de Boquim, a reunião foi promissora e aproximou os trabalhadores, o que fortalece a equipe para oferecer um serviço de qualidade. “Aproveitamos pra esclarecer dúvidas e fazer questionamentos sobre o que acontece CEO, avaliando o que é favorável ou não em nosso serviço. No dia a dia, com os colegas, por exemplo, conversamos sobre pacientes, mas não costumamos dialogar sobre fluxos. E às vezes, com a quantidade de coisas que precisamos fazer, não conseguimos alinhar tudo que é necessário. Nessa reunião foi possível alinhar muitos pontos. Agora é aplicar isso”, ressaltou.

De acordo com a diretora operacional da Funesa, Daniele Travassos, a realização do Planejamento Estratégico e Colegiado deverá permitir a troca de experiências e a escuta de todos os funcionários das unidades, “o que possibilitará a construção de um planejamento mais eficaz e contribuir nos processos de gestão e tomada de decisões, visando a melhoria dos serviços ofertados”, pontuou.

Serviços

Os serviços ofertados nos CEOs envolvem as áreas de Periodontia, Endodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial, Atendimento a pessoas com necessidades especiais e diagnóstico bucal com ênfase no diagnóstico do câncer de boca. Esse trabalho representa uma das frentes de atuação do ‘Brasil Sorridente’, programa federal de oferta do SUS para os cidadãos. Em Sergipe, a escolha pelos centros regionalizados, geridos pela SES, por meio da Funesa, foi uma iniciativa do Estado para assegurar que os municípios que não possuem CEO municipal pudessem ter acesso a esses serviços.

Nas sete unidades dos CEOs Estaduais – localizadas em Boquim; Capela; Laranjeiras; N. Sra. da Glória; Propriá; São Cristóvão; e Tobias Barreto – há a garantia de exames complementares como radiografias periapicais, interproximais, oclusais, panorâmicas e exames anatomopatológicos para o corretor diagnóstico e tratamento da saúde bucal. A necessidade de tratamento especializado será informada pelo cirurgião-dentista, responsável pelo encaminhamento à unidade especializada. O acesso dá-se através do guia de encaminhamento fornecido pela Atenção Primária, após avaliação e diagnóstico da necessidade de tratamento nas especialidades ofertadas.

As unidades dos CEOs também proporcionam atendimento de media complexidade em cirurgia oral. Além disso, contam também com a garantia de exames complementares como radiografias periapicais, interproximais, oclusais, panorâmicas e exames anatomopatológicos para o corretor diagnóstico e tratamento da saúde bucal. Se o paciente for diagnosticado com outras necessidades, a exemplo do câncer de boca ou tratamento de alta complexidade, ele é encaminhado para a rede hospitalar. Na rede hospitalar, os atendimentos odontológicos são realizados no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Hospital Regional de Itabaiana e Hospital Universitário (HU).

 

Atualizado: