“Prevenção e tratamento de lesões ao portador de doenças crônicas não transmissíveis” é tema de tele-educação

postado em: Notícias | 0

Com o tema “Prevenção e tratamento de lesões ao portador de doenças crônicas não transmissíveis em tempos de pandemia”, a webpalestra da tele-educação desta quarta-feira, 12, teve o objetivo de instruir e orientar os profissionais de saúde acerca de temáticas sobre patologias da pele, de forma a evitar  a exposição do portador de doenças crônicas não transmissíveis em unidades básicas e hospitalares.

Ministrada pela enfermeira do Huse e do Samu, especialista em Urgência e Emergência; e Enfermagem Dermatológica, Mônica Rabelo Santos, o conteúdo da webaula abordou assuntos como evitar lesões; complicações na pele do portador de doenças crônicas não transmissíveis; orientação do tratamento adequado para cicatrização; e medidas preventivas e tratamento da pele com cobertura simples e especial.

De acordoo com Mônica, a pele é o maior órgão do corpo humano e, não sendo bem cuidada, podem ocorrer lesões graves. “Para pacientes com doenças crônicas, essas lesões são responsáveis por complicações como amputação, erisipela bolhosa, úlceras venosas arteriais e mistas, pé diabético, infecção sistêmica e outras. A fim de evitá-las, orientamos sobre as medidas mais eficazes de prevenção e o tratamento mais adequado para cicatrização, utilizando terapia convencional e coberturas especiais que podem ser utilizadas em domicílio”, ressaltou.

A atividade contou com a participação de 11 municípios de seis estados brasileiros. A coordenadora do Telessaúde Sergipe, Eneida Ferreira, destacou que “a webpalestra possibilitou um olhar especial para as lesões e as formas de prevenção, cuidados integral do paciente  e as condições psicossociais, nutricionais e aspectos físicos. É gratificante para nossa equipe aprender e ao mesmo tempo levar conhecimento aos profissionais de saúde do estado”.

Atualizado: