Diante da situação da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), com casos em todo o Brasil, incluindo o estado de Sergipe, os serviços da Brigada Estadual Itinerante de combate à dengue estão suspensos. Apesar da situação, a Fundação Estadual de Saúde – FUNESA permanece conscientizando e educando a população, com informações e orientações sobre os cuidados em residências e/ou estabelecimentos, de forma a evitar criadouros do vetor.

Por meio de decreto nº 40.560, de 16 de março de 2020, que dispõe sobre as medidas de enfrentamento e prevenção à epidemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado, o Governo de Sergipe, por entende que é importante informar a população sobre as práticas que devem/podem ser adotadas para evitar a proliferação do vírus. Com a situação de emergência em saúde pública internacional, decorrente da pandemia, a Funesa, junto à Secretaria de Estado da Saúde (SES), atua promovendo Educação Permanente em Saúde aos trabalhadores e profissionais da saúde, além da população, a fim de resguardar a saúde de todas e todos.

Brigada Itinerante de combate à dengue 

Sob gerenciamento da Coordenação de Promoção e Prevenção à Saúde, a Brigada Itinerante atua para evitar a reprodução do mosquito transmissor da Dengue, o Aedes aegypti. A ações acontecem por meio de visitas às residências e demais estabelecimentos, executadas pelos agentes de combate às endemias, que também atuam com a educação em saúde e realizam apresentações e dinâmicas nas escolas. Eles explicam conceitos sobre Aedes aegypti, que também transmite Chikungunya e Zika Vírus; como ele se reproduz; o que fazer para evitar – com orientação sobre vigilância à água parada em pneus, garrafas, cacos, baldes, etc; como higienizar ambientes como área de serviço, quintais, esgotos, etc; e dicas sobre outros cuidados.

 

Para maiores informações acesse: SERGIPE CONTRA DENGUE

 

   

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atualizado: